Presidente de Chipre Defende Solução Bizonal e Bicomunal para a Ilha

01-06-2024

    Os cipriotas não têm “outra escolha” senão tentar reverter o status quo da ilha dividida, afirmou o Presidente Nikos Christodoulides na sexta-feira. Falando na abertura de uma exposição fotográfica criada para marcar os 50 anos desde a invasão turca da ilha, ele disse que o estado atual das coisas “não pode ser o futuro da nossa pátria”, apesar dos “desafios, dificuldades e problemas que enfrentamos”.

    “Estamos, portanto, a trabalhar nesta direção com ações e não com palavras, a fim de criar as perspetivas para a retoma de negociações substanciais com o objetivo de encontrar uma solução para o problema de Chipre”, afirmou.

    Ele reiterou a sua posição de que tal solução deve ser encontrada com base numa federação bizonal e bicomunal, “e com os princípios e valores europeus como base”.

    Encorajamento aos Esforços da ONU

    Por esta razão, disse, o governo está a “encorajar” os esforços do Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, e da sua recentemente partida enviada na ilha, Maria Angela Holguin.

    Sobre Holguin, afirmou que junho será um “mês crucial”, com o relatório de Holguin sobre os seus contactos na ilha a ser escrito e submetido.

    “Estamos a esperar desenvolvimentos positivos”, disse, acrescentando que o governo está a ser informado sobre os desenvolvimentos, “especialmente por países que mostram um interesse especial” no problema de Chipre.

    Exposição Fotográfica: Memória e Dor

    Falando sobre as fotografias em exibição, ele disse que estas “registam da forma mais gráfica a dor nos rostos de dezenas, centenas, milhares de pessoas, nossos compatriotas”.

    “Estas pessoas não são estranhas. São nossos pais, nossos avós, nossos parentes, nossos vizinhos. São todos aqueles que tiveram a fortaleza inigualável, vontade e fé para se erguer das ruínas daquele desastre e caminhar novamente”, afirmou.

    Ele acrescentou que os deslocados “reconstruíram as suas vidas do zero graças ao seu trabalho árduo e patriotismo”.

    “Embora tenha passado meio século, a dor é profunda e a agonia indescritível cada vez que a memória volta aos eventos de 1974, a invasão turca, a destruição… que é um ponto de referência inabalável para cada cidadão deste lugar”, disse.

    Ele acrescentou que este é o caso “não importa o quanto alguns tentem minimizar”, descrevendo os eventos de 1974 como uma “tragédia indizível”.

    Qual é a posição do Presidente Nikos Christodoulides sobre a solução para o problema de Chipre?

    O Presidente Nikos Christodoulides defende uma solução bizonal e bicomunal para o problema de Chipre, baseada nas resoluções das Nações Unidas. Ele enfatiza a necessidade de um diálogo construtivo entre as partes envolvidas para alcançar uma reunificação duradoura e justa.

    Pode o governo cipriota encontrar uma solução baseada numa federação bizonal e bicomunal?

    Send a request and get a free consultation:
    Thanks for the apply!
    We will get back to you within 1 business day
    In the meantime, you can get a free consultation from our AI assistant:​