Campanha “All Eyes on Rafah” ganha força na Europa, Austrália e Índia

01-06-2024

    As forças israelitas intensificaram o seu ataque a Rafah, o que suscitou a atenção e o apoio mundiais aos residentes que procuram refugiar-se da violência. A campanha “Todos os olhos em Rafah” está a ganhar força na Europa Ocidental, na Austrália e na Índia, com o objetivo de sensibilizar as pessoas para o conflito em Gaza, que já provocou a morte de, pelo menos, 36 171 palestinianos.

    Origem e Impacto da Campanha

    A frase, que se tornou um fenómeno nas redes sociais, terá sido originada por Rick Peeperkorn, diretor do Escritório da Organização Mundial da Saúde para os Territórios Palestinianos Ocupados. O seu comentário, “All eyes are on Rafah,” surgiu pouco depois de o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, ter ordenado um plano de evacuação para os civis em Rafah.

    Destinada a manter a atenção global focada na situação dos residentes de Rafah—onde até 1,4 milhões de pessoas procuraram refúgio da violência em Gaza—a campanha foi ecoada por inúmeras organizações, incluindo Save the Children, Oxfam, Americans for Justice in Palestine Action, Jewish Voice for Peace e a Palestine Solidarity Campaign. Esta frase também tem sido destacada em protestos em cidades como Paris, Londres, Nova Iorque e Los Angeles.

    O Papel das Redes Sociais

    As redes sociais têm visto uma enorme manifestação de apoio, com milhões de utilizadores, incluindo celebridades, a partilhar a hashtag #AllEyesOnRafah. No TikTok, existem mais de 195.000 publicações com milhões de visualizações, enquanto no Instagram o tema tem estado em alta com um vasto número de publicações relacionadas. Os vídeos do cantor palestino-americano Zach Matari na plataforma atraíram milhões de visualizações este mês.

    Condenação Internacional e Consequências

    A ascensão da campanha coincide com uma condenação internacional crescente a Israel após um ataque aéreo dirigido a um complexo do Hamas em Rafah que inadvertidamente matou dezenas de civis. Embora Netanyahu tenha descrito o incidente como um “acidente trágico,” as operações militares israelitas continuaram.

    Relatórios adicionais da Agência France-Presse (AFP) indicaram que mais 21 indivíduos foram mortos num ataque aéreo subsequente numa área “humanitária” designada no oeste de Rafah, embora o exército israelita tenha negado qualquer envolvimento.

    Discussões sobre o potencial de altas baixas civis em Rafah têm sido contínuas há meses, à medida que Israel procura eliminar a presença do Hamas. Em fevereiro, autoridades israelitas identificaram Rafah como o último reduto significativo da organização em Gaza, sinalizando a sua intenção de atacar a área.

    A campanha "Todos os olhos em Rafah" está a ganhar força na Europa Ocidental, na Austrália e na Índia, com o objetivo de sensibilizar as pessoas para o conflito em Gaza, que já provocou a morte de, pelo menos, 36 171 palestinianos

    Como a campanha Todos os olhos em Rafah está a sensibilizar as pessoas na Europa Ocidental, Austrália e Índia?

    A campanha Todos os olhos em Rafah está a sensibilizar as pessoas na Europa Ocidental, Austrália e Índia através de uma combinação de redes sociais, parcerias com ONGs locais e eventos públicos, destacando a crise humanitária e promovendo a solidariedade global.

    A campanha Todos os olhos em Rafah pode sensibilizar mais pessoas sobre o conflito em Gaza?

    Send a request and get a free consultation:
    Thanks for the apply!
    We will get back to you within 1 business day
    In the meantime, you can get a free consultation from our AI assistant:​