Senado dos EUA discute políticas fiscais para Wall Street

16-06-2024

    Na manhã de quarta-feira, assisti a uma audiência do Comitê de Orçamento do Senado dos EUA intitulada “Fazendo Wall Street Pagar sua Parte Justa: Aumentando a Receita, Fortalecendo Nossa Economia”. O objetivo era discutir a política tributária e a legislação em relação a grandes empresas e CEOs, visando criar uma economia mais justa e forte, fazendo com que CEOs e investidores ricos paguem sua parte justa. O senador Sheldon Whitehouse (D-RI) presidiu a audiência, lembrando que os cortes de impostos de Trump de 2017 expirarão no próximo ano.

    Debate Acirrado Sobre a Política Tributária

    Whitehouse afirmou que o partido democrata está lutando para reduzir o déficit e mudar a legislação tributária para garantir que Wall Street pague seus impostos. Ele apresentou um gráfico mostrando que, apesar da inflação, os salários dos CEOs estão fora de controle e que 1% dos americanos possui 54% do mercado de ações. Enquanto os impostos corporativos já representaram um quinto da receita do governo federal, agora pagam menos de 1%, deixando o peso da receita para os contribuintes americanos.

    O senador Charles Grassley (R-IA), membro do ranking, criticou duramente a declaração de abertura de Whitehouse. Ele afirmou que o Congresso deve revisar e examinar o código tributário objetivamente, mas que a revisão atual não era um esforço bipartidário. Grassley acusou os democratas de demagogia e criticou-os por não eliminarem as lacunas fiscais quando tinham controle total do poder.

    Testemunhos e Propostas de Reforma

    Três testemunhas foram chamadas: Dr. Joseph Stiglitz, professor de Economia na Universidade de Columbia; Sarah Anderson, diretora da Economia Global no Instituto de Estudos Políticos; e Dr. Michael Faulkender, professor de Finanças na Universidade de Maryland.

    Stiglitz começou seu testemunho propondo quatro direções para reformar o código tributário, todas centradas em torná-lo mais equitativo e dinâmico. Anderson criticou as lacunas fiscais que permitem que grandes empresas e bancos paguem uma taxa efetiva de imposto muito baixa e elogiou o Ato de Redução da Inflação de 2022 por tomar medidas para reduzir a evasão fiscal offshore.

    Faulkender, testemunha da minoria republicana, argumentou que os EUA têm um problema de gastos, não de receita. Ele afirmou que aumentar os impostos sobre os ricos não ajudaria a reduzir o déficit federal e que a solução seria cortar gastos e reverter as regulamentações que aumentaram a inflação e as taxas de juros.

    Questionamentos e Conclusões

    O senador Whitehouse perguntou a Stiglitz se a evasão fiscal dos ricos era uma indústria. Stiglitz respondeu afirmativamente, destacando que os ricos têm vantagens como operar em vários países e contratar os melhores advogados tributários. Grassley perguntou a Faulkender se os democratas escolheram não implementar muitas das propostas em discussão. Faulkender confirmou e argumentou que impostos mais altos sobre o 1% não seriam suficientes para reduzir o déficit.

    O senador Mitt Romney (R-UT) chamou a reunião de “surpreendente” e afirmou que nunca haviam se reunido como um comitê para discutir o código tributário. Ele enfatizou que, se os EUA não lidarem com isso agora, haverá uma catástrofe. Susan Harley, diretora-gerente da divisão Congress Watch da Public Citizen, expressou gratidão pela audiência por expor as várias maneiras pelas quais Wall Street escapa do pagamento.

    Embora a legislação tributária possa ser confusa para o cidadão americano médio, esta audiência deixou claro que devemos prestar mais atenção. Saí da sala refletindo sobre os pontos apresentados pelas testemunhas e senadores, lutando para concordar com qualquer uma das soluções possíveis apresentadas.

    .

    Qual foi o principal objetivo da audiência do Comitê de Orçamento do Senado dos EUA mencionada por Sharon Basch?

    O principal objetivo da audiência do Comitê de Orçamento do Senado dos EUA, conforme mencionado por Sharon Basch, foi discutir e avaliar as implicações fiscais das recentes propostas de reforma tributária, com foco em seu impacto sobre o déficit federal e a economia a longo prazo.

    Como pode a política fiscal fortalecer a nossa economia?

    Send a request and get a free consultation:
    Thanks for the apply!
    We will get back to you within 1 business day
    In the meantime, you can get a free consultation from our AI assistant:​